DPX









A criação é um processo 
com muito pouco de visível.

Nuno Rodrigues
Viseu, 1979


Formado em Design, em 2003, pela Universidade de Aveiro, funda com João Garcia o atelier de design ‘DPX’. Assegurando a comunicação gráfica de agentes culturais como Teatro Viriato, Cia Paulo Ribeiro, Cine Clube de Viseu, Comum – Rede Cultural, Lugar Presente, entre outras companhias independentes.
Envolvem-se também na criação de identidades e comunicação para municípios, candidaturas e empresas, incluindo a criação e paginação do Jornal do Centro (até 2005) e na sua refundação em 2014 (até 2016). 

Individualmente, participou na comunicação e co-produção de vários projectos culturais, pontual e/ou regularmente, como Jardins Efémeros (Pausa Possível), VistaCurta e Cinema na Cidade (CCV), Cult.Urb, Solos & Solidão, Karma is a Fest (Carmo’81), Mina e Canas 44 (Amarelo Silvestre), Palco Para Dois ou Menos (Naco), Obj Art Lab (João Dias), Viseupédia e Museu do Falso (Projecto Património), Projecto Karamázov (Ritual de Domingo), entre outros.

Institucionalmente, colabora regularmente com o Município de Viseu em design editorial, comunicação de campanhas, eventos e exposições na rede municipal de museus, na área de arqueologia e património.
Produção gráfica e comunicação da Feira de São Mateus (Viseu Marca).
Relação com o Instituto Politécnico de Viseu como colaborador externo no processo de redesenho da identidade da marca IPV.
No campo empresarial, destaque para as colaborações com o grupo De Lemos/Habidecor, Controlvet, Alva – Research and Consulting, JS Clínica Médica, Beiragel, Incoveca, Restaurantes como Maria Xica e Inprovviso.

Continua a produzir e a participar em publicações independentes, espetáculos multidisciplinares, filmes musicados, bandas sonoras, sonoplastia, cenografia, etc...​​​​​​​
​​​​​​​duplex@dpx.com.pt   |   936 287 152